XII RioHarpFestival


XII FESTIVAL INTERNACIONAL DE HARPA DO RIO DE JANEIRO

XII INTERNATIONAL HARP FESTIVAL OF RIO DE JANEIRO

Le XII ème FESTIVAL INTERNATIONAL DE LA HARPE DE RIO DE JANEIRO 


XII Rio Harp Festival encerra no Rio com um público de mais de 20.000 pessoas. 

O XII Rio Harp Festival-Música no Museu encerrou no Rio de Janeiro a edição 2017 ,com mais de 20.000 espectadores que assistiram sua programação de 138 concertos, foram realizadas de 3 a 5 apresentações diárias, algumas extras para atender a grande demanda do público.

O evento contou com a participação de 100 músicos, sendo 32 harpistas de 24 países, que apresentaram-se no final de abril no CCBB-São Paulo e em maio nos espaços culturais e pontos turísticos do Rio de Janeiro e que se expande para a Europa com concertos em cidades de Portugal e Madrid e Espanha encerrando-se no dia 3 de julho próximo.

Segundo os próprios harpistas participantes tornou-se o maior festival de harpas do mundo não só pelo número de concertos como também pela sua duração.

Além do Rio, outras cidades brasileiras entraram no circuito do festival, que cresce a cada edição, confirmando a potência de um dos mais delicados e antigos instrumentos musicais. Talvez seja questão de tempo para que, assim como a série Música no Museu, possa atingir todo o Brasil.

PÚBLICO:

Formado por um público eclético e curioso, o festival teve uma lotação inédita, e, em muitas sessões esgotadas foi necessário retornar no dia seguinte a fim de não perder as suas atrações.

Todos os tipos de harpas: clássicas tocadas nas orquestras, célticas, koto (japonesa), indianas, kora (africana), paraguaia, colombiana,elétrica, llhanera e até a de cristal do harpista Athy e única no mundo tocadas de formas distintas, em pé, sentadas no chão etc foram apresentadas e os ritmos mais variados: desde o barroco e clássico até o heavy metal passando pelo samba, chorinho, ritmos latino-americanos,irlandeses, rock, jazz, tango e fado.

GRUPOS:

Artistas de vários países e muitos do Brasil mostraram através do instrumento as músicas de suas regiões, além disso o evento promoveu vários encontros musicais, onde jovens artistas e harpistas consagrados se reuniram no palco, muitos desses jovens são de comunidades e projetos sociais e tiveram a oportunidade de mostrar seu talento em um festival de grandes proporções.

Demonstrando a versatilidade musical do instrumento, diferentes escolas e estilos mostraram ao público que a harpa não se limita à música clássica: gêneros como música africana, celta, indiana, irlandesa até o pop e o rock estiveram presentes no festival.

.

Enquanto isso as orquestras de projetos sociais tiveram a oportunidade de subir ao palco com as estrelas nacionais e internacionais, foram elas: a Camerata do Uerê, Coletivo Músicos da Baixada, e o Conjunto de Violoncelos da Ação Social pela Música.

Os locais do evento foram também uma atração à parte; os concertos foram realizados nos cartões postais da cidade como o Corcovado, Jockey Club, Iate Clube, Ilha Fiscal e os centros culturais como: Centro Cultural Banco do Brasil, o Centro Cultural Justiça Federal, o Museu do Exército e a Biblioteca Nacional, e a edição deste ano também incluiu o AquaRio.

The RioHarpFestival is ending its XII edition - 2017 - .

More than 20.000 people were present at 138 concerts.

We have done , at least, 3 or 5 dayly performances and some extra presentations, too.

In this event, 100 musicians have participated and 42 harpers from 24 different countries.

This HarpFestival began in April, in S. Paulo and in May, here in Rio de Janeiro, in a lot of cultural and touristic places. The HarpFestival is spread in Europe, as in Lisbon - Portugal, and in Madrid - Spain. It finishes in July, the 3rd.

As the harpists have said, this Festival is the greatest one all over the world on account of its numbers of concerts and its length of time.

On the other side, another Brazilian cities were included in this event , and so, they confirm the exceptional importance of this ancient and fine instrument, the Harp.

We suppose that in the near future the HarpFestival will be expanded all whole Brazil.

All the countries as Japan Italy, Chile, EUA, Canada, Colombia, Peru, South Africa, Lebanon, Argentina, India, Belgium, Spain, Netherland, Mexico, Paraguay, Ireland, France, Croatia, Austria and Brazil were represented by their best musicians and artists of various instruments.

THE AUDIENCE

We had a curious and eclectic public and sometimes these same people had to return on the day after, because all the tickets were sold out in the present moment they wanted.

THE INSTRUMENTS

We have Pedal-Harp, Celtic, Paraguayan , Indian, Chilean Colombian , Mexican and Peruvian Harps, Kora (African), Electric, Llanera Syntetizers and one Harp made of cristal presented by Athy, from Argentina.

We had a new formation as " Tamburello - Drum" and Harp presented by Massimo Cusato ( percussion) and Giuliana De Donno ( Harp), from Italy. Otherwise we have had singers, pianists, a cuatrist, flutists, cellists, a trumpetist, percussionists, violinists, bassist, and guitarrist.

THE STYLES

About the styles, they were varied, since Classic, Baroque, Romantic, until Heavy -Metal, Samba, Chorinho, Latin-American, Irish, Scottish, Tyrolean, Folks, Ethnic, Rock, Jazz, and Tango.

THE GROUPS

The artists through thier instruments have showed the characteristics of their own regions. Young artists from the Communities as Camerata Uerê, Coletivo Músico da Baixada, and Conjunto de Violoncelos da Ação Social pela Música have had the opportunity to exhibit their talents in a huge Festival.

ABOUT THE PLACES

They were special attractions: Corcovado, Jockey Club, Iate Club, Ilha Fiscal and cultural centers as Centro Cultural do Banco do Brasil ( CCBB), Centro Cultural da Justiça Federal, (CCJF), Museu do Exército, Biblioteca Nacional and a new very special place: AquaRio

RIO - CAPITAL MUNDIAL DAS HARPAS- XII RioHarpFestival.

RioHarpFestival é a maior série de concertos de harpa no Brasil e uma derivação do projeto Música no Museu, em seus concertos de outono. Ganhou importância internacional e, hoje, é um dos maiores festivais de harpa do mundo.

Consolidado na agenda cultural carioca, o RioHarpFestival amplia o espaço dedicado à música de boa qualidade, mostrando-se, assim, uma iniciativa convergente com o momento propício do estado do Rio de Janeiro e do país, especialmente em função de importantes eventos que aconteceram aqui, como o Campeonato Mundial de Futebol e os Jogos Olímpicos de 2016 no Brasil.

O RioHarpFestival chega a sua décima-segunda edição no ano de 2017 como um produto cultural sólido e de carreira contínua, apresentando ao público nomes consagrados da harpa e promovendo sua habitual volta ao mundo em torno do som deste que é um dos mais antigos instrumentos musicais da história da humanidade.

CRONOGRAMA

Os concertos, diários e gratuitos - assim desde sua primeira edição - serão realizados de 1 a 31 de maio de 2017 em diversos cartões-postais da cidade do Rio de Janeiro e também em São Paulo e Minas Gerais. A ideia é privilegiar a música de boa qualidade, sem distinção de procedência, escola ou época, da música medieval aos clássicos europeus, dos românticos aos impressionistas, dos modernos aos contemporâneos brasileiros.

Esperamos vocês.

Sergio da Costa e Silva

Criador e Diretor do Festival Internacional de Harpas do Rio.


RIO - WORLD CAPITAL OF THE HARP.

RioHarpFestival is the largest number of harp concerts in Brazil and a branch of the Music Project at the Museum in its autumn concerts. Gained international importance and today is one of the world's largest harp festivals.

Consolidated in Rio's cultural agenda, RioHarpFestival extends the space dedicated to good quality music, being thus a convergence initiative with the right time of the state of Rio de Janeiro and the country, especially in light of important events that happened here such as the World Cup and the 2016 Olympic Games in Brazil.

The RioHarpFestival reaches its twelfth edition in 2017 as a solid and continuous career cultural product, presenting to the public established names of the harp and promoting their usual around the world around the sound of this that is one of the oldest musical instruments the history of mankind.

SCHEDULE

The concerts, daily and free - so since its first edition - will be carried out in the 1 May 31, 2017 in several postcards of the city of Rio de Janeiro and in São Paulo and Minas Gerais. The idea is to give priority to good quality music, without distinction of origin, school or time of medieval music to European classics, from romantic to impressionist, modern to contemporary Brazilian.

We are in the program of preparations for another successful realization of RioHarpFestival.

We wait for you.

Sergio da Costa e Silva

Creator and Director of the Rio International Harp Festival


XII RioHarpFestival - Le XIIème FESTIVAL INTERNATIONAL DE LA HARPE DE RIO DE JANEIRO

RioHarpFestival est le plus grand nombre de concerts de harpe au Brésil et une branche du Projet de Musique au Musée dans ses concerts d'automne. Acquise importance internationale et est aujourd'hui l'un des plus grands festivals de harpe du monde.

Consolidé dans l'agenda culturel de Rio, RioHarpFestival étend l'espace dédié à la musique de bonne qualité, étant ainsi une initiative de convergence avec le bon moment de l'état de Rio de Janeiro et le pays, en particulier à la lumière des événements importants qui se sont produits ici tels que la Coupe du Monde et les Jeux Olympiques de 2016 au Brésil.

Le RioHarpFestival atteint sa douzième édition en 2017 en tant que produit culturel solide carrière et continue, présentant les noms établis publics de la harpe et de la promotion de leur habitude dans le monde entier autour du son de ce qui est l'un des plus anciens instruments de musique l'histoire de l'humanité.

HORAIRES

Les concerts, quotidiens gratuits et - donc depuis sa première édition - seront effectués au 1 31 mai 2017 dans plusieurs cartes postales de la ville de Rio de Janeiro et à São Paulo et Minas Gerais. L'idée est de donner la priorité à la musique de bonne qualité, sans distinction d'origine, l'école ou le temps de la musique médiévale aux classiques européens, de romantique impressionniste, moderne brésilienne contemporaine.

Nous sommes dans le programme des préparatifs pour une autre réalisation réussie de RioHarpFestival.

Nous vous attendons.

Sergio da Costa e Silva

Créateur et directeur du Festival International de Harpe Rio


Telefone:

(21) 22336711 

E-mail:

carpex@bighost.com.br

Sites:

www.rioharpfestival.com

www.rioharpfestival.com.br

www.musicanomuseu.com.br


O maior festival de harpas do mundo. 

O RioHarpFestival-Música no Museu que comemora seus 12 anos, torna-se o maior festival de harpas do mundo. Serão mais de 120 concertos entre final de abril a 3 de julho de 2017 e com novidades já que, além do Rio de Janeiro, com 104 concertos, se expande para cidades de São Paulo (15 concertos) e Goiás (2 concertos) além da incorporação da Espanha (Madrid) e Portugal( Lisboa e Porto) na Série. Tudo a partir do sucesso de Música no Museu Internacional e sua repercussão internacional nos seus 20 anos de atividades. Serão cerca de 40 músicos de 25 países.

Em maio o Rio será a capital mundial das harpas com concertos no CCBB, Corcovado, Ilha Fiscal, Forte de Copacabana, igrejas, clubes, locais tradicionais de Música no Museu com os vários tipos de harpas e sons desde o barroco até o heavy metal passando pelo clássico, samba, chorinho, jazz, ritmos latino-americanos e irlandeses

Outra novidade será a apresentação de orquestras de comunidades tendo grandes harpistas como solistas e, assim, dando um cunho de interação social ao evento.

Esperamos por vocês. Sérgio da Costa e Silva- Diretor de Música no Museu e do XII RioHarpFestival

Baixe o nosso programa. 

                                                 Esperamos por você!


The biggest harp festival in the world.

RioHarpFestival-Music at the Museum celebrating its 12 years, becomes the largest festival of harps in the world. There will be more than 120 concerts between the end of April and July 3, 2017, and with news that, in addition to Rio de Janeiro, with 104 concerts, it expands to cities of São Paulo (15 concerts) and Goiás (2 concerts) Incorporation of Spain (Madrid) and Portugal (Lisbon and Porto) in the Series. Everything from the success of Music at the International Museum and its international repercussion in its 20 years of activities. There will be about 40 musicians from 25 countries.

In May, Rio will be the harps capital of the world with concerts at the CCBB, Corcovado, Fiscal Island, Copacabana Fort, churches, clubs, traditional Music venues in the Museum with various types of harps and sounds from baroque to heavy metal going on By classical, samba, chorinho, jazz, Latin American and Irish rhythms

Another novelty will be the presentation of community orchestras having great harpists as soloists and, thus, giving a social interaction to the event.

We are waiting for you. Sérgio da Costa e Silva- Music Director at the Museum and the XII RioHarpFestival

Países Participantes | Participating Contries

 AMÉRICAS


  • Estados Unidos
  • México
  • Costa Rica
  • Colômbia
  • Chile
  • Paraguai
  • Argentina
  • Brasil
  • Canadá
  • Equador

EUROPA


  • Portugal
  • Espanha
  • Irlanda
  • Escócia
  • França
  • Bélgica
  • Holanda
  • Itália
  • Alemanha
  • Áustria
  • Suíça



Sergio da Costa e Silva

Diretor de Música no Museu

Contato.: (21) 2233.67111 | (21) 2253.8645