O MAIOR FESTIVAL DE HARPAS DO MUNDO

ONLINE

XVI RioHarpFestival-virtual

Em janeiro de 2021, o Rio de Janeiro volta a ser a capital mundial das harpas, mas desta vez será uma versão latino-americana destacando harpistas latino-americanos

Nem mesmo a pandemia do novo coronavírus no mundo impediu que o XVI RioHarpFestival fosse realizado em 2020. E o seu sucesso de crítica, mídia e público fez com que o festival tenha continuidade, em 2021. Graças à Lei Aldir Blanc, o XVI RioHarpFestival-versãolatino-americana-Virtual acontecerá entre os dias 15 de janeiro e 5 de fevereiro, mas tendo como foco os harpistas do nosso continente. A ideia é que havendo uma evolução positiva da situação no país e no mundo, a edição completa possa voltar a ser feita ainda em 2021, incorporando harpistas do mundo todo.

Esta versão virtual e compacta servirá de abertura e manutenção do evento, mas destacando os harpistas latino-americanos. Além do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Colombia, Venezuela, Peru, Equador e México estarão representados no festival.

Serão 15 músicos de 9 países, incluindo importantes artistas brasileiros e orquestras de projetos sociais. Apoiado pela Lei Aldyr Blanc da Secretaria Estadual de Cultura e Economia criativa, o evento está inserido no projeto “Música no Museu”, que em 24 anos de atividades ininterruptas de janeiro a dezembro cada ano atinge o Brasil de norte a sul, além de sua vertente internacional, e há 16 anos dedica um mês à harpa.

A HARPA

Há instrumentos de origens arcaicas, com sonoridade delicada, que chegam como uma mera curiosidade aos nossos ouvidos tão acostumados ao barulho da vida moderna. A harpa vem atravessando milênios sem deixar de se adaptar a diferentes culturas e estilos musicais mantendo os seus adeptos, apesar de não gozar de tantos praticantes ou de um repertório tão amplo quanto o de outros instrumentos clássicos, como o piano e o violino. Mais do que uma excentricidade de épocas passadas, a harpa se mostra relevante nos dias de hoje e uma prova disso é a realização da XVI edição do RioHarpFestival - versão latino-americana – Virtual. O evento anual tem acontecido sem interrupção e sempre conta com recitais lotados tanto na versão presencial quanto virtual. Consolidado no roteiro internacional da harpa, o festival carioca traz apresentações com músicos vindos de vários países latino-americanos tocando do clássico ao rock, passando por étnico, jazz e também ritmos brasileiros tocados por dedos ágeis ao pinçar as cordas da harpa.

DESTAQUES

Além dos harpistas, outros destaques são orquestras de várias comunidades que realizam trabalhos de inclusão social através da música. Irão se apresentar a Orquestra Violões do Forte, um projeto desenvolvido na Comunidade do Pavão-Pavãozinho; a Camerata do Uerê, da Comunidade da Maré; a Orquestra Música para Todos, do Piauí, e a Orquestra da Cavaquinhos, das comunidades de Cabo Frio.

MÚSICA NO MUSEU

O RioHarpFestival está inserido em “Música no Museu”, considerada a maior série de música clássica do Brasil, que nos seus 24 anos de atividades registra um público superior a 1 milhão de espectadores no Brasil e se expandiu para países de todos os continentes levando música e músicos brasileiros para o exterior. Detentor de 30 prêmios nacionais e internacionais, o projeto foi tema de mestrado, na Universidade de Berlim, na Alemanha. Na sua programação anual, “Música no Museu” é dividido em concertos referentes às estações do ano (Concertos de Verão, Outono, Inverno e Primavera) e o de Natal. Em cada mês um tema ou um naipe é privilegiado. Maio é o mês das harpas.

Por onde os concertos serão transmitidos:

 

- Links Redes Sociais Cedro Rosa: .

Cedro Rosa Youtube ( https://www.youtube.com/channel/UC25sT7ofudoMWTDOx5T2DdQ .

Cedro Rosa Facebook ( https://www.facebook.com/cedrorosadigital.com.br/ ) .

Cedro Rosa Twitter ( https://twitter.com/cedrodigital )

- www.radiomusicanomuseu.com

- www.musicanomuseu.com.br

H A R P I S T A S  

 

1 - Argentina

Duo Portinari - Soledad Ya Ya (harpa clássica) e  Peter Pas (Canadá), viola

Lucas Petroni - harpa 

Walter D´Harpa - harpa paraguaia

2- Brasil

Burning Symphony - Jonathas Faganello - harpa 

Nando Araujo - harpa 

Newton Nazareth - pianista, pesquisador

Orquestra Música para Todos (Piaui) - Maestro Sergei  Eliasar de Carvalho

Tatiana Henna - harpa clássica

Trio D´Ambrosio - Maria Helena Andrade, piano, Maria Celia Machado, harpa e Aizik Geller, violino

Orquestra de Cavaquinhos de Cabo Frio

Camerata do Uerê

3- Colômbia

Músico: Trio Camilo Lopez.

Clarpa Ensemble - Rosana Salgado, oboé e Juan Davi Duran, clarinete e harpa.

4- Chile​

Trio Cristian Rodrigues - harpa

5 - Equador

Ernesto Guerra - harpa paraguaia / harpa clássica

6- México

Baltazar Juarez, harpa.​​

Betuel Ramirez, harpa.

7- Paraguai

Lucas e LuizZaracho, harpa.

Duo Alcides Sotelo, guitarra e Alcides Sotelo Jr., harpa

8- Peru

Yns Ever, harpa.

9- República Dominicana

Ecos Latinos, Patrice Fischer, harpa e Carlos Valadares, percussão.

Realização

 

CARPEX EMPREENDIMENTOS E PROMOÇÕES

Diretor Sergio Costa e Silva

(21) 9988-9332

End. Praça Pio X, 55 sala 202 - Centro –RJ

Tels: (21) 2233-6711 e 2253-8645

XVI RioHarpFestival - Versão Latino-americana - Virtual-online

XVI INTERNATIONAL HARP FESTIVAL OF RIO DE JANEIRO-online

Le XVI ème FESTIVAL INTERNATIONAL DE LA HARPE DE RIO DE JANEIRO-online

XVI FESTIVAL INTERNACIONAL DE HARPA DO RIO DE JANEIRO-online

Janeiro/January- Fevereiro/February, 2021

Praça Pio X, 55 Sala 202

Rio de Janeiro - RJ

  • Facebook
  • Instagram

Siga-nos

Tel 22336711

Desenvolvido por Fernanda Jardim